Netflix se prepara para bater de frente com Disney, Pixar e DreamWorks em séries e filmes animados


A Netflix anunciou um plano de quatro anos para suas próximas séries de animação, para competir com gigantes do setor como Disney, Pixar e DreamWorks. Como o tempo de espera em projetos animados é muito longo, a maioria dos grandes estúdios divulga seus planos de lançamento com bela antecedência. Agora, o popular serviço de streaming está seguindo o exemplo. E os planos envolvem animadores, diretores e produtores executivos pesos-pesados,  que já trabalharam em sucessos como Divertidamente, Encontrando Dory e Moana.

“A programação é projetada para atender desde crianças em idade pré-escolar até para pais e filhos assistirem juntos, para que famílias em todos os lugares possam encontrar algo que se adapte ao seu DNA único”, diz o comunicado da Netflix.

Dadas as estatísticas do comunicado de imprensa – ela diz que 60% de todos os usuários do Netflix assistem a algum tipo de conteúdo voltado para a família todo mês – há um foco maior em fazer com que esse conteúdo fique alinhado às metas de conteúdo originais da Netflix.

E a lista de animações é grande

Para 2019 está previsto a animação  Go! Go! Cory Carson, um programa de animação baseado em brinquedos para crianças na fase da pré-escola, com Alex Woo (Wall-E, Ratatouille) e Stanley Moore (Procurando Dory, Universidade Monstros) atuando como produtores executivos. Klaus, um desenho em 2D escrito por Sergio Pablos (Meu Malvado Favorito); e Mighty Little Bheem, uma série pré-escolar feita pelo indiano Rajiv Chilaka ( do desenho infantil Chhota Bheem)


Em 2020 estão programadas três produções: Kid Cosmic, produzido por Craig McCracken (As Meninas Superpoderosas, Mansão Foster para Amigos Imaginários) onde uma criança tem o sonho de se tornar um super-herói; Trash Truck, uma série animada produzida por Glen Keane (A Pequena Sereia, Aladdin, A Bela e a Fera), em que um garoto com uma imaginação hiperativa tem um caminhão de lixo como melhor amigo; e The Willoughbys um misto de filme com animação escrito por Kris Pearn (de Está chovendo Hamburguer 2), onde crianças abandonadas precisam se adaptar ao mundo moderno.

Veja Também

• Agora você terá 10 minutos para se arrepender de mandar uma mensagem no Messenger

• China agora tem sistema que identifica pessoas pelo jeito de andar

• Transações bancárias feitas por celular aumentam no Brasil

• Google já removeu mais de 3 bilhões de links para conteúdo pirata no buscador

Para 2021 serão lançados Maya and the Three, uma série animada sobre uma princesa guerreira, onde Jeff Ranjo (de Moana) é o cabeça da produção; My Father’s Dragon, filme animado em 2D escrito por Meg LeFauve (Divertidamente) em que um jovem tenta encontrar uma besta mítica; e Pinóquio, em que o clássico personagem volta em uma animação dirigida pelo renomado Guillermo del Toro (Hellboy, O Labirinto de Fauno, A forma da Água).

E para 2022 foi anunciado Jacob and the Sea Beast, um filme feito em computação gráfica e escrito por Chris Williams (Moana, Big Hero 6, Bolt).

A Netflix também anunciou recentemente que lançará alguns filmes nos cinemas antes de enviar para o serviço de streaming, numa tentativa aberta de legitimar seus lançamentos para concorrer a prêmios da indústria do cinema.

Não há dúvidas de que a Netflix está adotando práticas da indústria cinematográfica em uma tentativa crescente de se reorientar como um conglomerado de entretenimento que deseja competir com os estúdios mais famosos de Hollywood.

Fonte: Olhar Digital



A Black Friday vem aí: Confira a mini-loja do Portal Winzow no Magazine você. São milhares de produtos em vários setores. Sua compra é 100% segura e realizada pelo Magazine Luíza. Clique Aqui