Uber anuncia retomada de testes com veículos autônomos após acidente fatal


O Uber anunciou a retomada dos seus testes com carros autônomos nesta terça-feira, 24. Após o acidente fatal em março, a empresa afirmou que tudo começará no modo manual, com interferência direta do motorista e um novo assistente. Além disso, a companhia fez mudanças importantes na forma como os veículos são operados e em seus sistemas de segurança.

A retomada do programa foi anunciada pelo chefe do grupo de tecnologias avançadas do Uber, Eric Meyhofer, em uma publicação no Medium. Segundo o executivo, após o acidente, a empresa fez uma revisão total do sistema com foco em segurança. Agora, a companhia se sente confiante para começar a trazer os veículos autônomos de volta às ruas da cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

Inicialmente, os carros serão pilotados em modo manual, com um “Especialista de Missão” controlando o veículo ao volante a todo momento. Segundo o Uber, esses profissionais treinados têm como objetivo manter a segurança dos testes. Ao lado deles, estará um segundo especialista que deverá coletar e documentar eventos notáveis.

Além dos dois profissionais embarcados, os carros autônomos do Uber ganharam ainda novos recursos em seu sistema de navegação. Em primeiro lugar, o veículo será capaz de detectar se a atenção do motorista está o tempo todo no volante e emitir um alerta caso perceba distração. Além disso, o sistema anticolisão estará ligado a todo instante, sendo capaz de frear em caso de emergência, e as telas internas trarão sua interface adaptada para favorecer a atenção dos técnicos.


O Uber acredita ainda que, apesar do modo autônomo estar desligado, a experiência supervisionada terá contribuições para o religamento do sistema. Em primeiro lugar, os desenvolvedores da empresa poderão captar mais informações sobre situações reais do dia a dia. Além disso, a equipe pretende usar a experiência para desenvolver mapas de alta definição e mais precisos.

Em março deste ano, um acidente envolvendo um carro autônomo do Uber resultou na morte de uma mulher na cidade de Tempe, no Arizona, Estados Unidos. O caso fez com que a empresa encerrasse os testes com os veículos e demitisse sua equipe de operadores de carros autônomos, o que levantou suspeitas sobre o futuro do programa. Entretanto, parece que a companhia finalmente se sente confiante para retomar o desenvolvimento.

Via: Olhar Digital



Descontos imperdíveis para o início do ano: Confira a mini-loja do Portal Winzow no Magazine você. São milhares de produtos em vários setores. Sua compra é 100% segura e realizada pelo Magazine Luíza. Clique Aqui