Notebook ou PC gamer? Em qual máquina vale a pena investir


Uma dúvida recorrente de quem está pensando em investir em um computador para jogos está no formato: PC ou notebook? Desktops comuns tem como grande vantagem a versatilidade, algo que pode contribuir muito no custo-benefício, já que barateia manutenção e torna upgrades viáveis no futuro.

Mas se a ideia é viajar muito, e jogos são uma necessidade importante nesse contexto, o laptop tende a ser a melhor solução: portátil, o notebook gamer pode acompanhar o usuário e ser ligado em praticamente qualquer lugar para oferecer jogos em alta resolução e qualidade, se o orçamento não for problema.

Upgrades de hardware: PC

Nos desktops, é possível adicionar memória RAM, mais espaço para armazenamento, melhorar a performance do sistema com um SSD, com uma placa de vídeo de melhor qualidade ou um processador novo. A vantagem do upgrade também permite que você possa ir moldando seu PC com o tempo, de acordo com o seu bolso e necessidades no momento.


Notebooks não oferecem nada nesse patamar, embora existam medidas paliativas em alguns casos, como adição de mais memória e dispositivos de armazenamento de maior qualidade, além da ligação de uma placa de vídeo externa, caso o laptop tenha uma porta Thunderbolt e você tenha orçamento para gastar em soluções do tipo. Mas, no geral, notebooks são uma má escolha no longo prazo porque não permitem upgrade do hardware: o processador e a placa de vídeo que você escolheu serão pra sempre as mesmas.

Facilidade de manutenção: PC

Manutenção em computadores é mais barata e acessível (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)
Manutenção em computadores é mais barata e acessível (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

PCs são relativamente fáceis de se entender, mesmo por leigos e qualquer intervenção tende a ser bem fácil: pente de memória que saiu do lugar, cooler fazendo barulho ou com pouca vazão ou algum cabo solto são contratempos comuns e que qualquer um pode resolver.

Por outro lado, notebooks restringem consideravelmente esse tipo de serviço caseiro porque possuem design muito mais contido e o processo de desmontagem pode assustar e confundir desavisados. Em geral, a única forma de reparar um laptop com problema de hardware é apelando para assistência técnica, o que eleva os custos de se ter um.

Os preços tendem a ser menores: PC

Notebooks gamers, especialmente de marcas conhecidas, custam caro, podendo passar fácil dos R$ 10 mil (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)
Notebooks gamers, especialmente de marcas conhecidas, custam caro, podendo passar fácil dos R$ 10 mil (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)

É possível investir menos para montar um desktop gamer mais simples do que o dinheiro necessário para comprar um notebook gamer equivalente. Se você já tiver um monitor, ou usar uma TV com o desktop, a conta fica ainda mais interessante em favor do computador de mesa. Nesse cenário, com R$ 3.500 você pode sair jogando com alta qualidade.

Alternativas interessantes para notebooks gamers são fabricantes dos chamados barebones, que oferecem modelos com preços mais competitivos do que as linhas gamer de marcas mais famosas, como Dell e Acer. Mas, ainda assim, não espere gastar menos de R$ 5.000.

Portabilidade: notebook

Embora não sejam exatamente esguios e leves, notebooks gamer são muito mais portáteis que qualquer desktop (Foto: Caio Bersot/TechTudo)
Embora não sejam exatamente esguios e leves, notebooks gamer são muito mais portáteis que qualquer desktop (Foto: Caio Bersot/TechTudo)

Ainda que você possa argumentar que existem PCs mini-ITX mais portáteis, a comparação é injusta: laptops gamers, ainda que tipicamente pesando mais de cinco quilos, são muito mais fáceis de carregar do que um desktop. Se a ideia é ter um computador gamer para levar em viagens, por exemplo, não há como negar que o notebook é a sua melhor aposta.

Fonte: Techtudo

[quads id”1"]



Aproveite agora mesmo: Confira a mini-loja do Portal Winzow no Magazine você. São milhares de produtos em vários setores. Sua compra é 100% segura e realizada pelo Magazine Luíza. Clique Aqui